CARLOS SANTOS ON LINE

Blog jornalístico editado e postado no Rio Grande do Norte (Brasil)

Minha foto
Nome:
Local: Mossoró, RN, Brazil

Jornalista, atuando profissionalmente há mais de 21 anos, com experiência em jornal impresso, TV, revista, rádio, webjornalismo e mídias alternativas, além de assessorias político-empresariais. CONTATOS: herzogcarlos@gmail.com

segunda-feira, maio 22, 2006

COLUNA DO HERZOG

Geraldo irredutível; Garibaldi que se vire

O senador Garibaldi Filho (PMDB) destacou sua tropa de choque para tentar convencer o ex-senador Geraldo Melo (PSDB) a abrir mão da postulação ao Senado, em favor de uma composição com o PFL do senador José Agripino (PFL). A missão especial não logrou êxito na tarefa. Geraldo continua irredutível; Garibaldi que se vire.
A proposta à mesa foi considerada descabida por Geraldo Melo, que reiterou que será candidato à volta ao Senado numa faixa própria, mesmo sem apoio de Garibaldi Filho. O senador peemedebista pensa em ceder lugar na chapa ao Senado à ex-prefeita de Mossoró Rosalba Ciarlini (PFL).
Mesmo dentro do seu grupo e da família, Garibaldi se depara com resistências sérias à mudança pró-Rosalba. Uma ala empina o nome de Geraldo, argüindo que há um compromisso firmado com ele ainda pelo recém-falecido Aluízio Alves, líder familiar.
Garibaldi ampara-se num raciocínio pragmático, avaliando que a coalizão com o PFL representaria uma vitória em primeiro turno, sem o suor de uma eleição suplementar – de resultado imprevisível.
Ex-auxiliares de Garibaldi, Jaime Mariz, Lindolfo Sales, seu irmão e conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE) Paulo Roberto Alves e Vicente Freire não saíram animados do encontro com Geraldo Melo. O relato que fizeram a Garibaldi sintetizou os efeitos colaterais da candidatura peemedebista, se Geraldo for expurgado da chapa majoritária este ano.
“Garibaldi vai ter que passar a campanha se explicando sobre a traição a mim”, conduziu Geraldo Melo ao quarteto fantástico de Garibaldi Filho.
O que o PMDB e Garibaldi talvez ainda não tenham observado, é a possibilidade da alteração representar a abertura de brecha para a governadora Wilma de Faria (PSB) reforçar a própria campanha. Ninguém duvide: ela não teria dificuldade de apoiar subliminarmente Geraldo, construindo novo palanque contra Garibaldi Filho, mesmo que isso representasse a cristianização do seu próprio candidato ao Senado. Cuida-te, Fernando Bezerra (PTB).
Com tanto imbróglio, ninguém está seguro quanto à disputa estadual deste ano. Tudo é possível. Geraldo sabe disso e tem muitos trunfos à mão.

PRIMEIRA PÁGINA

SAMU – O Samu, ótimo serviço de urgência criado pelo governo federal, tem feito trabalho elogiável em Mossoró. Mas em face da violência no município, os veículos desse programa evitam acorrer a chamados em certos lugares. Na Favela do Fio, por exemplo, o Samu só vai se for sob escolta da polícia. Ontem foi assim, para recolher um marginal apelidado de “Biro-biro”. Essa escória matou o ex-jogador de futebol Silva (veja nota em gerais) e ontem foi baleado por um inimigo.
IRRITADA – A prefeita Fafá Rosado (PFL) saiu um pouco de sua fleuma britânica na sexta, 19, em solenidade de entrega de unidades do programa “Casa da Gente”. Queixou-se irascível da “oposição”, alterando sobremodo a voz ao falar de supostas críticas infundadas que estaria sofrendo. Estranho. E há oposição em Mossoró?
DEMISSÃO – A vereadora Cícera Nogueira (PSB), que está interinamente na Câmara de Mossoró, em substituição ao titular Renato Fernandes (PL), bateu o martelo. Nesta segunda protocola demissão da equipe de gabinete deixada por Renato, que está dirigindo a Codern. Ela deixou sua posição clara para Lauro Maia, filho da governadora Wilma de Faria (PSB), em sua passagem por Mossoró na quinta, 18. O problema de amansar Renato fica para Lauro, Wilma e o pré-candidato a deputado federal João Maia.
DEMISSÃO II – Como noticiamos em primeira mão em nossa coluna à semana passada, Cícera já havia ponderado diretamente a Renato na quarta, 17, a necessidade de promover essa mudança. Não convenceu o licenciado, no diálogo com ele durante evento de lançamento da Ficro na TV Cabo Mossoró àquele dia. Lauro Maia pediu um tempo para resolver o impasse, mas terminou cedendo ao cerco de Cícera, que é absolutamente legítimo.
MAL-ESTAR – Amigos comuns que ainda existem, entre a deputada Sandra Rosado (PSB) e o ex-reitor da Universidade do Estado e sócio do Correio da Tarde Walter Fonsêca, estão inquietos com o nível de beligerância entre os dois. Coerente o temor. Ex-componentes de um mesmo grupo, eles não se bicam e atitudes grosseiras de parte a parte estão elevando a temperatura do duelo, que há muito deixou o campo da civilidade. Lamentável, mas verdadeiro.
LAVAREDA – Cientista político e consultor do ex-presidente FHC em duas campanhas dele à presidência, o pernambucano Antônio Lavareda recebeu novamente a cúpula do rosabismo e o senador José Agripino (PFL) à semana passada. Do encontro em Recife, o ex-deputado Carlos Augusto (PFL) saiu outra vez convencido de que a postulação de Rosalba Ciarlini (PFL), ao Senado, precisa sobremodo da força gravitacional do senador peemedebista Garibaldi Filho (PMDB). Marchar em faixa própria é suicídio.

GERAIS

- Imperdível a palestra do jornalista Ricardo Noblat hoje, às 20h no Teatro Dix-huit Rosado. Falará sobre o fenômeno dos blogs (olha nós aí!). Antes, o governo municipal entrega o prêmio “Jornalista Dorian Jorge Freire”.
- Nossa solidariedade à família de Francisco Xavier, que atuava no gabinete do vereador Francisco José Júnior (PMN). Envolveu-se numa colisão entre motos no sábado à noite no Alto de São Manoel, morrendo desse acidente.
- Quem também faleceu foi o cantor potiguar Elino Julião, um nome que atravessou as fronteiras do RN com autêntico forró pé de serra.
- A juíza trabalhista Gláucia Gadelha está atuando na comarca de Assu, mas não se distanciou de Mossoró, onde despacha e promove audiências às quintas-feiras. Ela fez um trabalho ousado em nível de Justiça do Trabalho em Mossoró.
- A violência continua em evidência em Mossoró. No domingo pela manhã, o empresário Paulo Gomes, proprietário do bingo “Mina da Sorte” foi seqüestrado no trajeto da BR-304 Mossoró-Fortaleza, em Aracati. Trazido para Mossoró, ele entregou R$ 30 mil aos bandidos e viu sua picape Frontier Nissan ser levada também.
- O cenário de violência na cidade é muito pior. Tiroteios, assaltos, roubos de veículos, cinco mortos no Itep etc. O ex-jogador de futebol Silva (atuou em Potiguar, Vitória (BA) etc) foi assassinado. Na quarta, 18, sofreu agressão ao reagir a assalto em sua casa e morreu no domingo em conseqüência da violência.
- Postos de saúde, Hospital Tarcísio Maia, Pam do São Manoel e Comunidade de Saúde tiveram um final de semana com gente amontoada. Sofrimento principalmente para idosos e crianças se queixando do que as autoridades de saúde identificam como virose. Um eufemismo, para se escamotear nova onda de dengue em Mossoró.
- O Hotel Thermas sediou uma incipiente exposição de carros antigos no final de semana. Entre os expositores, os empresários Paulo Coelho, Rútilo Coelho e Manoel Ribeiro com seus mimos sobre rodas.

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial