CARLOS SANTOS ON LINE

Blog jornalístico editado e postado no Rio Grande do Norte (Brasil)

Minha foto
Nome:
Local: Mossoró, RN, Brazil

Jornalista, atuando profissionalmente há mais de 21 anos, com experiência em jornal impresso, TV, revista, rádio, webjornalismo e mídias alternativas, além de assessorias político-empresariais. CONTATOS: herzogcarlos@gmail.com

sexta-feira, novembro 03, 2006

Para a imprensa

Leitor pede respeito e avisa que o povo não é bobo

Este Blog recebeu um e-mail, bastante pertinente, que foi enviado pelo webleitor Ricardo Barbosa para este blogueiro e uma série de outros nomes da imprensa potiguar. Merece ser lido, para ajudar a imprensa a refletir sobre seu papel e atuação na campanha recém-encerrada.

Prezado jornalista,

Ler jornal é privilégio de algumas pessoas com um poder financeiro e intelectual diferenciados da maioria dos brasileiros que não tem acesso sequer a uma escola.

Pois bem, leio jornais todos os dias, graças a Deus e a internet, e fico perplexo e aborrecido com as falsas notícias, exclusivamente, de política partidária. Quando o assunto é economia, dados estatísticos, polícia, esporte, etc, todos entram em consenso e divulgam a mesma coisa.

Porém, quando se trata de política partidária o noticiário local vira uma bagunça de informações divergentes que me deixam entristecido. Primeiro, por vocês acharem que somos idiotas e imbecis em acreditar em tudo que se escreve na imprensa; segundo, pela falta de profissionalismo de alguns jornalistas que escrevem boatos com o objetivo claro de iludir o leitor e eleitor para agradar ao seu patrão – o dono do jornal - que geralmente tem um vínculo com algum grupo político.

Por onde anda o princípio da imparcialidade da informação que um jornalista deve ter e usar quando escreve uma notícia?

Será que os maus políticos usam os jornalistas, grandes e bons formadores de opinião, para atingirem seus objetivos de convencer o povo através de lavagem cerebral com notícias contraditórias?

Respeitem-nos. Coloquem as notícias quando elas tiverem um fundo de verdade e não apenas interesse em iludir os eleitores e leitores.

Ricardo Alexandre Bezerra de Oliveira – Dentista, Upanema (RN)

1 Comentários:

Anonymous joao moacir de almeida disse...

Concordo plenamente. A imprensa nessa eleição se posicionou de maneira parcial, isso a nível nacional, enquanto que a nível estadual, a baderna se deu em cima de boatos. Não consigo entender o que ganha um jornal ou revista, radio ou televisão, quando passam a perder o seu precioso tempo e espaço para publicar boataria. As manchetes, de acordo com quem seja, não são machetes, são verdadeiras acusações. O povo brasileiro mostrou diante dos resultados das urnas, que a imprensa ou toma jeito, ou vai ficar deserdada.

6:37 PM  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial