CARLOS SANTOS ON LINE

Blog jornalístico editado e postado no Rio Grande do Norte (Brasil)

Minha foto
Nome:
Local: Mossoró, RN, Brazil

Jornalista, atuando profissionalmente há mais de 21 anos, com experiência em jornal impresso, TV, revista, rádio, webjornalismo e mídias alternativas, além de assessorias político-empresariais. CONTATOS: herzogcarlos@gmail.com

quarta-feira, março 28, 2007

Infidelidade partidária leva soco, mas não cai

A infidelidade partidária leva um “soco no queixo”, mas não vai à lona, com a resposta à consulta do PFL (veja matéria abaixo, postada ao final da noite dessa terça, 27), dada pelo TSE.

A questão deve ter desdobramentos que vão terminar, certamente, nas mãos do Supremo Tribunal Federal (STF), por ter ingredientes de matéria constitucional.

O PFL, por exemplo, quer a partir da decisão do TSE, que os oito deputados federais que saíram da sigla, depois de eleitos ano passado, tenham os mandatos cassados. O duelo é jurídico e político.

Cá pra nós: é pouco provável que o PFL consiga punir os desertores, mas sem sombra de dúvidas que a resposta à sua consulta, apresentada pelo TSE, estaca o troca-troca promíscuo. Pelo menos por enquanto. No mínimo, também, apressa a discussão sobre a fidelidade partidária e a própria reforma política brasileira.

Marcadores:

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial